Curso de Elaboração de Projetos

2018 chegando ao fim e tod@s pensando nas metas para 2019. Então anota aí: estão abertas as inscrições pra o curso de elaboração de projetos culturais. E os editais de fomento à cultura já estão abertos para você colocar aquela a sua ideia em prática. Segue a dica de @robertab.guimaraes22 (https://www.youtube.com/watch?v=7K9R_bLeQRM&feature=youtu.be) e se inscreve no curso do professor André Aquino, que será realizado em Janeiro, no Mamam.

Inscrições através do sympla: https://www.sympla.com.br/3-laboratorio-de-projetos-culturais-funcultura-geral__417056LabProj MAMAM 2019

 

Exposições

Já foram abertas as exposições individuais e simultâneas das artistas Alice Vinagre e Carol Monteiro, no Mamam.  Não deixem de ver! Juntas, essas Mostras inaugurarão um 2019 no Mamam que vai em busca de uma maior equidade entre as produções artísticas expostas.

Com Olhos de Náufrago ou onde fica o próximo Porto –  exposição da artista paraibana, radicada em Pernambuco, Alice Vinagre. A Mostra está ocupando os três andares do Museu, com obras da década 80 até produções inéditas. A curadoria é de Julya Vasconcelos.

Coração de Pedra  – A mostra reúne um conjunto de obras, da designer e figurinista pernambucana Carol Monteiro, que são o resultado de quatro anos de pesquisa, revelando uma rica zona de intersecção entre arte e moda em uma produção fortemente inspirada na paisagem dos sertões nordestinos.

Serviço

Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães – Mamam                                                              Rua da Aurora, 265, Boa Vista, Recife-PE                                                                                    terça a sexta – das 12h às 18h                                                                                                            sáb e dom – das 13h às 17h                                                                                                                  Com Olhos de Náufrago ou onde fica o próximo porto – aberta até dia 24/02/19                      Coração de Pedra – aberta até 15/01/19

 

 

 

Curso de Elaboração de Projetos

LabProj  MAMAM 2019.jpg

Estão abertas as inscrições para o Curso de Elaboração de Projetos Culturais (Funcultura Geral) com o professor André Aquino.

ATENÇÃO! 20% das vagas serão destinadas para bolsistas, priorizando o interesse, a atuação cultural, e a diversidade étnica d@s candidat@s (autodeclarados negros ou indígenas). Para concorrer as bolsas, basta inscrever-se até o dia 26/12/2018 no endereço < https://bit.ly/2Gj7Tzc>

Local do curso: Mamam

Período: 15 a 18 de janeiro de 2019
Investimento: R$170,00 Inscrições para bolsistas: até dia 26/12
Inscrições através do sympla: https://www.sympla.com.br/3-laboratorio-de-projetos-culturais-funcultura-geral__417056

Bate Papo sobre o Mercado Fonográfico Nacional

29/11 (quinta) 19h – Bate papo sobre o mercado fonográfico nacional
Na próxima quinta-feira, será realizado no Mamam um bate papo com Rafael Cortes (Assustado Discos), Neilton Carvalho (Devotos do Ódio) e Fábio Cabral (Loja Passa Disco) sobre o mercado fonográfico nacional. A ação faz parte  do evento de lançamento do site do Selo Assustado Discos. Na ocasião, haverá também uma feira de vinil, que contará com a participação da Subcultura e o Baú do Agô. A ação faz parte das ações de encerramento do Projeto Manutenção do Selo Assustado Discos, que foi executado durante todo o ano pelo produtor Rafael Cortes, projeto incentivado pelo Funcultura.
ASSUSTADO DISCOS
Área de anexos

Juliana Notari – Amuamas, Videoperformance, 2018.

Flyer virtual amuamas-2.jpg

 

SOBRE A VIDEOPERFORMANCE AMUAMAS

Depois de uma primeira residência artística em Belém do Pará durante o ano de 2014, a artista visual pernambucana Juliana Notari retorna à cidade em 2018 para realizar a videoperformance Amuamas. Em um gesto de persistência, carregado de força mística, a artista adentra a floresta amazônica vestida de branco, como uma espécie de enfermeira. Em sua bolsa, guarda instrumentos como: espéculos de aço inoxidável, escopos, martelo e seu sangue menstrual – coletado ao longo de nove meses – em busca da grande “Mãe Sagrada da Floresta”, a centenária árvore Samaúma. A partir desse encontro com a grande árvore, a artista realiza uma ação ritualística e intrusiva, deixando uma marca encravada na floresta.

A videoperformance Amuamas foi realizada no Igarapé Piriquitaquara na Ilha do Combu em Belém, Pará e contou com Incentivo do RUMOS Itaú Cultural 2016 e Apoio do Funcultura – PE/2016.

CONVERSA COM ARTISTA

A artista Juliana Notari estará participando de uma conversa aberta com o publico durante o lançamento da videoperformance – Amuamas, em 19 de outubro, às 19h. Os presentes terão a oportunidade de ouvir e debater sobre o trabalho da artista e seu processo de criação ao longo das suas residências artísticas no Pará desde o ano de 2014.

SOBRE A ARTISTA

JULIANA NOTARI – Recife, PE, 1975.

Vive e trabalha entre Recife, PE, Rio de Janeiro, RJ e Belém, PA.

Artista, doutoranda e mestre em Artes Visuais pelo PPGARTES/UERJ, é graduada em Artes Visuais pela UFPE (2003). Artista e pesquisadora na área de Artes, trabalha com as mais diversas linguagens (instalações, performances, fotografias, desenhos, objetos e vídeos) com abordagem multidisciplinar. A sua pesquisa visual tem criado um corpo de trabalhos que encaram suas singularidades, transitando por entre a biografia, o confessional, a catarse ou práticas relacionais. Com ênfases e modos de operação diversos, traumas, desejos, fantasias e medos são recolocados em suas obras instaurando relações entre subjetividades que, por sua vez, configuram o eixo central da obra da artista.

Notari participou de exposições nacionais e internacionais, recebeu prêmios, realizou residências artísticas e possui trabalhos em coleções públicas e privadas. Dentre os quais podemos destacar: artista nomeada para o Prêmio PIPA 2018, Prêmio do Salão Arte Pará em 2014, Prêmio Funarte – Mulheres nas Artes Visuais em 2013 o Prêmio Bolsa de pesquisa no Salão de Arte Contemporânea de Pernambuco em 2004. Suas principais exposições individuais incluem “SORTERRO Cap. 5”, Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães – MAMAM (Recife, PE, 2014); “Rire pour Moi, 2009, Galeria da École Supérieure d’Art d’Aix-en-Provence (França, 2009); “Symbebekos”, Galeria Fayga Ostrower, Funarte (Brasília, DF, 2004). Das exposições coletivas destacam-se: “Bienal Del Sur: Pueblos en Resistencia”, Museu de Belas Artes de Caracas (Venezuela, 2015); “Transperformance 2 – Inventário dos Gestos”, Oi Futuro Flamengo (Rio de Janeiro, RJ, 2012); “Festival Performance Arte Brasil”, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – MAM (Rio de Janeiro, RJ, 2011).

 

Serviço:

Lançamento e bate papo com artista: 19/10/2018, sexta-feira, 19h – 21h

Obra em lançamento: videoperformance

local: Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – MAMAM

Rua da União, 88

(81) 3355.6870 / (81) 3355.6871

mamamrecife@gmail.com

Lançamento do catálogo da exposição Carimbos

Informamos que no dia 12 de outubro ocorrerá o lançamento do catálogo da exposição Carimbos, do artista José Cláudio, às 15h no MAMAM. O evento também contará com uma conversa entre artista e público, além da distribuição gratuita da publicação.
 
Serviço
Data: 12 de outubro, 15h
Local: Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM), Rua da União, 88, Boa Vista
Gratuito e aberto ao público
conviteweb_lancamento_Carimbos.png

Autopoese

Depois de amanhã, quinta-feira (20/09/18), teremos a abertura da Exposição Autopoese, do artista carioca da Geração 80, Alexandre DaCosta. A Exposição, realizada sob a curadoria da pesquisadora Joana D’Arc, conta com objetos, poemas visuais e vídeos. Estão todas e todos convidad@s! Venham, será às 19h. convalexandreweb (2)