“Oficina aDUBada”, com o produtor musical Buguinha Dub

WhatsApp Image 2019-11-22 at 11.07.41

A “Oficina aDUBada”, ministrada pelo produtor musical Buguinha Dub, traz técnicas simples de gravação e produção musical em home studio com poucos recursos. Durante a atividade os participantes terão a oportunidade de gravar e produzir uma música em uma sala com recursos analógicos e digitais de baixo custo. A ação busca despertar a curiosidade para as possibilidades de produção com uso limitado de tecnologia e em pequenos espaços, construindo um resultado otimizado.

INSCRIÇÕES E FORMULÁRIO DAS BOLSAS NO SYMPLA:
https://www.sympla.com.br/adubada__665497 “Oficina aDUBada”
Data: 04/12, das 14h – 19h
Bolsas: autodeclaração para candidatxs negrxs e indígenas e bolsa social

Oficina “paisagem-página” com Lucas Dupin

paisagem.jpg

Na oficina “paisagem-página”, o artista Lucas Dupin propõe um percurso teórico que tem como ponto de partida e chegada o livro em suas mais diferentes abordagens. Com a proposta de desmaterialização do livro enquanto objeto físico, os encontros trazem uma abordagem metafórica da publicação enquanto dispositivo de escrita e leitura. Os participantes serão convidados a experimentar a criação de “mapas de leitura” a partir do registro fotográfico ou escrito dos entornos do local em que o curso será ministrado.

INSCRIÇÕES PELO SYMPLA:
https://www.sympla.com.br/paisagem-pagina__704584

Curso “Paisagem – página”
Data: 05/12 e 06/12, das 18h às 22h
Público-alvo: artistas visuais, escritorxs, professorxs e interessadxs em explorar o universo do livro para além de sua materialidade.
Bolsas: autodeclaração para candidatxs negrxs e indígenas, bolsa social e LGBTTQIA+

Curso “Aprenda a costurar livros” com Lucas Dupin

livro

O curso “Aprenda a costurar livros” tem o objetivo de ensinar o participante a prática de encadernar com o que têm em casa. A ação é ministrada por Lucas Dupin, Mestre (2012) e bacharel (2010) em Artes Visuais pela UFMG e apaixonado por livros e processos alternativos de produção gráfica. Durante o encontro será abordado tanto questões teóricas como práticas sobre o processo de encadernação manual. Todas as ferramentas utilizadas no curso serão levadas pelo Professor e disponibilizadas durante o curso.

INSCRIÇÕES PELO SYMPLA:
https://www.sympla.com.br/aprenda-a-costurar-livros__704613

Curso “Aprenda a costurar livros”
Data: 07/12, das 9h -18h
Público – alvo: O curso destina-se a interessados em aprender a encadernar, artesãos, estudantes de biblioteconomia, design, artes visuais, conservação e interessados em fazeres manuais.
Bolsas: autodeclaração para candidatxs negrxs e indígenas, bolsa social e LGBTTQIA+

“Quem vê close, não vê corre” – Roda de diálogos sobre trajetórias de artistas LGBTTQIA+ e cenários artísticos locais

WhatsApp Image 2019-10-29 at 16.17.57

 

Organizada pela equipe do Acervo MAMAM, a roda de diálogos conta com a participação das artistas Mitsy Queiroz e LIBRA, além do educador e curador Guilherme Morais. “Quem vê close, não vê corre” busca discutir as rotas e os percalços das trajetórias em arte des convidades, ampliando-se para um pensamento sobre arte e o fazer político nos cenários locais. A iniciativa faz parte faz parte de um ciclo de discussões e reflexões promovidas pelo Museu com o objetivo de questionar e repensar as relações entre a Coleção MAMAM e o público.

 

Serviço:

Roda de diálogo “Quem vê close, não vê corre”

Mediação: Abiniel Nascimento 

Local: Pátio MAMAM

Data: 14/11/2019 às 14h

Organização: AcervoMAMAM

Curso “Corpas que quebram: laboratório de investigação artística” com Mitsy Queiroz

card mitsy correto

Na maturidade da queda, um corpo fragilizado abraça o chão da cozinha. Em cada caco pontiagudo, a ruína de uma forma e o planejamento de retorno desta. É a partir desse mote que a artista-pesquisadora Mitsy Queiroz desenvolve o laboratório de investigação poética Corpas que quebram, que tem a intenção de funcionar enquanto uma partilha de estratégias de sobrevida e articulações para ruína do cistema patriarcal de produção de imagens na fotografia. Composto por três encontros, o laboratório visa explorar soluções para o esgotamento desse programa de sociedade através de um espaço de compartilhamento e investigação poética que encontra no corpo estilhaçado permissão para entender as capacidades de reinvenção. 

 

INSCRIÇÕES PELO SYMPLA:  

https://www.sympla.com.br/corpas-que-quebram-laboratorio-de-investigacao-artistica__665470

 

Data: 20/11, 21/11 e 22/11, das 14h às 18h

Público-alvo: pessoas dissidentes sexuais e de gênero a partir dos 18 anos. 

Bolsas: autodeclaração para candidatxs negrxs e indígenas, bolsa social e LGBTTQIA+

O Brasil sob a ótica da educação democrática de Anísio Teixeira e a alfabetização crítica de Paulo Freire

trapw

A oficina “O Brasil sob a ótica da educação democrática de Anísio Teixeira e a alfabetização crítica de Paulo Freire” propõe uma sensibilização crítica do contexto histórico no Brasil a partir do ponto de vista da educação democrática – implantada por Anísio Teixeira e continuada por Paulo Freire. Ministrada pelo artista Traplev, a ação é um desdobramento do seu projeto almofadas pedagógicas, ferramenta didática para re-alfabetização política e formação crítica. Durante os encontros os participantes passarão pela história do país evidenciando fatos, personagens, movimentos e obras artísticas no campo da resistência e da luta social, trabalhando como essas referências podem e devem ser restauradas para contribuir na potencialização das ações no campo social e artístico.

Sobre o artista-propositor: Traplev, Caçador, SC, 1977, vive e trabalha em Recife – PE. É artista e mestre em artes visuais (2007) pela Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis.

Data: 04/11, 07/11 e 11/11, das 18h30 – 21h30
Perfil do público: educadores e interessados em geral sobre processos artísticos e pedagógicos de resistência, contextualização histórica cultural e política do Brasil, e programas descoloniais de educação.
Inscrições pelo Sympla https://www.sympla.com.br/o-brasil-sob-a-otica-da-educacao-democratica-de-anisio-teixeira-e-a-alfabetizacao-critica-de-paulo-f__665484

Imagem: desenho mapa de Paulo freire suprimido do livro Pedagogia do Oprimido, 1968

ABERTURA DAS PRÓXIMAS EXPOSIÇÕES

 

913 - Adriana Varejao

 

EXPOSIÇÕES

O MAMAM convida a todas e todos para no próximo dia 17 de outubro, às 18h, conferir as mostras que encerram a programação de exposições de 2019. Estarão ocupando os andares do Museu “Memórias da Resistência”, individual inédita de Rose Klabin (SP) no Nordeste – com curadoria de Douglas Freitas, e “Narrativas em processo – Livros de artista na coleção do Itaú cultural”, curada por Felipe Scovino.

Como forma de expandir os diálogos entre as duas exibições e o público, o evento inicia com uma roda de conversa com Rose Klabin e o curador do Itaú, Felipe Scovino. Na ocasião acontece também o lançamento de um livro com a trajetória da artista. Contamos com sua presença! 
Abertura: 17/10 às 18h às 22h

Visitação: até 19 de janeiro de 2020

Entrada gratuita
* Agendamento gratuito de grupos e escolas, com o Setor Educativo, através do (81) 3355.6870 ou pelo e-mail educmamam@gmail.com