O Brasil sob a ótica da educação democrática de Anísio Teixeira e a alfabetização crítica de Paulo Freire

trapw

A oficina “O Brasil sob a ótica da educação democrática de Anísio Teixeira e a alfabetização crítica de Paulo Freire” propõe uma sensibilização crítica do contexto histórico no Brasil a partir do ponto de vista da educação democrática – implantada por Anísio Teixeira e continuada por Paulo Freire. Ministrada pelo artista Traplev, a ação é um desdobramento do seu projeto almofadas pedagógicas, ferramenta didática para re-alfabetização política e formação crítica. Durante os encontros os participantes passarão pela história do país evidenciando fatos, personagens, movimentos e obras artísticas no campo da resistência e da luta social, trabalhando como essas referências podem e devem ser restauradas para contribuir na potencialização das ações no campo social e artístico.

Sobre o artista-propositor: Traplev, Caçador, SC, 1977, vive e trabalha em Recife – PE. É artista e mestre em artes visuais (2007) pela Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis.

Data: 04/11, 07/11 e 11/11, das 18h30 – 21h30
Perfil do público: educadores e interessados em geral sobre processos artísticos e pedagógicos de resistência, contextualização histórica cultural e política do Brasil, e programas descoloniais de educação.
Inscrições pelo Sympla https://www.sympla.com.br/o-brasil-sob-a-otica-da-educacao-democratica-de-anisio-teixeira-e-a-alfabetizacao-critica-de-paulo-f__665484

Imagem: desenho mapa de Paulo freire suprimido do livro Pedagogia do Oprimido, 1968

ABERTURA DAS PRÓXIMAS EXPOSIÇÕES

 

913 - Adriana Varejao

 

EXPOSIÇÕES

O MAMAM convida a todas e todos para no próximo dia 17 de outubro, às 18h, conferir as mostras que encerram a programação de exposições de 2019. Estarão ocupando os andares do Museu “Memórias da Resistência”, individual inédita de Rose Klabin (SP) no Nordeste – com curadoria de Douglas Freitas, e “Narrativas em processo – Livros de artista na coleção do Itaú cultural”, curada por Felipe Scovino.

Como forma de expandir os diálogos entre as duas exibições e o público, o evento inicia com uma roda de conversa com Rose Klabin e o curador do Itaú, Felipe Scovino. Na ocasião acontece também o lançamento de um livro com a trajetória da artista. Contamos com sua presença! 
Abertura: 17/10 às 18h às 22h

Visitação: até 19 de janeiro de 2020

Entrada gratuita
* Agendamento gratuito de grupos e escolas, com o Setor Educativo, através do (81) 3355.6870 ou pelo e-mail educmamam@gmail.com

Roda de diálogo “A presença das mulheres no cenário artístico pernambucano”

roda-out.jpg

Na próxima quarta-feira, dia 2 de outubro, acontece a roda de diálogo “A presença das mulheres no cenário artístico pernambucano’’ às 14h no auditório do museu. A iniciativa busca discutir sobre os processos de legitimação e profissionalização das mulheres no contexto local das Artes Visuais. Para isso contamos com participação de Ianah – tatuadora e artista visual multiplataforma, Milena Travassos – artista visual e doutora em Comunicação e Cultura, e Mabel Medeiros – diretora do MAMAM. A conversa tem mediação da museóloga Mariza Monteiro.

Informamos também que o período de inscrições já foi encerrado, no dia será oferecida uma tolerância de 20 minutos de atraso para as pessoas inscritas e caso estas não compareçam dentro do horário as vagas serão repassadas. Lembramos que a atividade confere certificado

Data: 11/09
Horário: 14h
Entrada gratuita

13ª Primavera dos Museus

 

Na próxima segunda-feira, 23 de setembro, tem início a semana da 13ª Primavera dos Museus promovida pelo Ibram. As atividades acontecem em museus do país inteiro e foram desenvolvidas a partir do tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”. O evento segue até o dia 29/09 e possibilita as instituições museológicas uma maior movimentação e diálogo com o público. Para conferir a programação completa do Mamam é só acompanhar nossas redes!

13ª Primavera dos Museus
Data: 23/09 – 29/09

Oficina “Arte Urbana no Mangue”

arteCARB
A oficina estamos vivos e estamos vivas “Arte Urbana no Mangue” vem para mostrar a ligação do Rio Capibaribe com as pontes do Recife, um Museu debaixo das Pontes do Recife e na margens do Capibaribe, construindo naturalmente pelo Grafiteiros e Educador popular Carbonel, vamos ter  04 encontros aonde teremos, aula prática  e visitação do Centro Cultural das Artes e Atelier  MangueCrew, onde o Artista vem construindo suas obras.
Através de barcos vamos conhecer e participar coletivamente da construção de um painel no Final da oficina.
O curso oferece dois tipos de bolsas via formulário, abertos até dia 11 de outubro de 2019.
Ingressos e acesso às bolsas:

https://www.sympla.com.br/estamosvivos-e-estamosvivas—artes-urbanas-no-mangue__636830

Artes urbanas no mangue, com Carbonel
Quando: 20 e 27 de outubro, 03 e 10 de novembro de 2019
Horário: 9h às 12h
Público-alvo: Jovens e adultos a partir de 14 anos

 

 

OFICINA LIVES

76d09853-45ec-4a4e-92f2-e0e0bbe95bba

A Oficina do LIVES abordará conhecimentos teóricos e práticos de composição, gravação e produção musical e audiovisual. Discutindo a relação da música e das imagens e suas interpretações no dia a dia , o processo terá enquanto resultado obras audiovisuais, como clips, performances interativas e ao vivo. Os encontros serão ministrados por Gabriel Finch (VJ Salsa Man), que é o responsável por desenvolver desde 2002 o Programa LIVES, software para edição de vídeos, criação de beats e clips, e também interação ao vivo entre imagens, efeitos da música e plateia.

O curso oferece ingressos com desconto que correspondem às Bolsas Sociais – abertos até 13 de setembro de 2019. Os candidatos(as) devem preencher o formulário e esperar a análise. Posteriormente, os selecionados receberão a confirmação de participação por e-mail, recebendo o link de compra do ingresso com desconto.                                             R$100,00 + 1kg de alimento não perecível

Inscrições e mais informações pelo Sympla: https://www.sympla.com.br/introducao-ao-lives__581948 (link na bio)

* O participante deverá trazer seu próprio computador (com Windows ou Linux) para instalação do programa LIVES e uso durante as aulas *

 

Introdução ao LIVES, com Gabriel Finch (VJ Salsa man)

Dias: De 24 a 27 de setembro de 2019

Horário: 09h às 12h e 13h às 16h (1h de intervalo para almoço).

Faixa etária – a partir de 16 anos

Exposição “Adriana Varejão – por uma retórica canibal” chega no Mamam

Amanhã, dia 28 de junho, um dos nomes mais respeitados das artes visuais do Brasil, Adriana Varejão, terá sua primeira individual em Recife no Mamam. A mostra “Adriana Varejão – Por uma retórica canibal”, que tem curadoria de Luisa Duarte, faz parte de um projeto que pretende descentralizar o acesso à importante produção da artista carioca, exibindo 25 obras dos seus mais de 30 anos de trajetória, realizadas entre 1992 e 2018.

O recorte curatorial da exposição descortina diferentes fases de produção da artista, uma pesquisa cuja inflexão está centrada numa revisão histórica do colonialismo. Através de seu trabalho, Adriana Varejão coloca o público em contato com uma contracatequese,  expondo o passado para trazer à luz histórias ocultas, pouco visitadas pela história oficial. Assim, saem de cena o ouro e os anjos – tão presentes em igrejas barrocas no Recife e em Salvador – e entram em cena a carne, toda uma cultura marcada por uma miscigenação por vezes violenta e a busca dos saberes locais, como o legado da antropofagia.

 

Horários de visitação:

Terça a sexta: 12h-18h

Sábados e domingos: 13h-17h

*A mostra ficará aberta até o dia 8 de setembro.