Abertura das exposição, simultâneas, “Inimigos” e “Moderna para Sempre”

O Mamam continua fechado, esta semana, para montagem de duas exposições simultâneas que serão inauguradas dia 18 de agosto (terça) nos salões térreo, primeiro e segundo andar do museu.
conviteweb
No salão térreo será exibida a mostra “Inimigos” do artista Gil Vicente. O Mamam foi vencedor do Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça/Funarte 2014 para acervos públicos do Brasil. O incentivo contemplou a série “Inimigos”, composta por 10 desenhos em carvão sobre papel. Antes de ser premiada, a série foi exibida em Recife, Natal, Campina Grande, Porto Alegre e na “29ª Bienal de São Paulo”, em 2010. A visitação da exposição ficará em exposição até 16 de fevereiro de 2016.
Moderna convite online RECIFE pronto(1)
No primeiro e segundo andares do Mamam, será inaugurada também no dia 18 de agosto (terça) a exposição “Moderna para Sempre: Fotografia Modernista Brasileira na Coleção Itaú Cultural.
Depois de passar por dez cidades, incluindo Lima, Cidade do México e Assunção, a mostra itinerante “Moderna para Sempre” chega a Recife com a aquisição de seis obras inéditas. Com curadoria de Iatã Cannabrava e projeto expográfico do arquiteto Frederico Teixeira, a exposição conta com a coleção completa de fotografia modernista da Coleção Itaú Cultural – 130 fotografias.
São obras que remetem ao movimento modernista das décadas de 1940 a 1970, de nomes como José Yalenti, José Oiticica Filho, Geraldo de Barros, Marcel Giró, Thomaz Farkas, German Lorca, Ademar Manarini e Paulo Pires, pensadas para dar visibilidade à vertente fotográfica da coleção, que soma hoje aproximadamente 12 mil itens.
“O mérito da nossa produção modernista é o caráter questionador, mais do que explicações e leituras de fácil assimilação. Esta exposição é desafiadora e traz o dom da discussão mais ampla sobre a essência do fazer fotográfico, que rompe com paradigmas e atravessa décadas nas rupturas por ele criadas”, diz Iatã Cannabrava.
bdb0_iataa-cannabrava-2
Foto: Laura Wrona
No dia 18 de agosto, Iatã conversa com Moacir dos Anjos (curador da Fundação Joaquim Nabuco) sobre o período e os caminhos da fotografia até os dias de hoje, no auditório do Mamam, localizado no térreo do museu (entrada pela Rua da União, 88).
A visitação da exposição ficará em exposição até 18 de outubro de 2015.
18_MHG_cult_Mamam
Foto: Rodrigo Braga
Lembrando que durante o período de montagem, apenas o Centro de Documentação de Arte Pintora Lígia Celeste, localizado no primeiro andar do Mamam, estará aberto ao público.
Endereço: Rua da União, 88 – 1º andar – Boa Vista
50050-010, Recife/PE
Atendimento: 9h às 12h e 14h às 17h, de segunda a sexta-feira
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s