MAMAM CHEGA​ ​AO​ ​GOOGLE​ ​ARTS​ ​&​ ​CULTURE

google-arts-culure

Obras​ ​renomadas​ ​do​ ​século​ ​XX​ ​e​ ​XXI​ ​estão​ ​disponíveis​ ​em​ ​uma​ ​nova​ ​exposição​ ​do Google em​ ​colaboração​ ​com​ o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães​ (MAMAM) ​e​ ​outras​ ​instituições​ ​culturais​ ​ao redor​ ​do​ ​mundo

19787425_1590404097648088_7474534011957375084_o

Quarta-feira, 7 ​de março​ ​– O ​mundo ​da ​arte ​contemporânea ​recebeu ​um ​novo ​destaque ​no projeto ​do ​Google ​Arts ​& ​Culture, ​o ​“O ​que ​é ​Arte ​Contemporânea?”. ​A ​iniciativa ​global ​conta ​agora com ​novos conteúdos ​de ​50 ​instituições ​parceiras ​ao ​redor ​do ​mundo, ​para ​disponibilizar ​ao ​público ​mais ​de sete ​mil ​obras ​de ​arte, ​incluindo ​pinturas, ​esculturas ​e ​outras ​peças ​aclamadas ​pela ​crítica ​nos séculos ​XX ​e ​XXI.

No ​Brasil, ​o ​projeto ​“O ​que ​é ​Arte ​Contemporânea?” ​foi ​desenvolvido ​em ​colaboração ​com o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM) e ​mais ​outras ​14 ​instituições ​culturais ​de ​renome ​para ​trazer mais de 50 ​exposições, ​com ​mais ​de 3.200 ​obras ​que ​revelam ​detalhes ​da ​arte ​contemporânea ​brasileira. ​É ​possível ​conferir ​em ​alta resolução ​mais ​de ​500 ​obras ​capturadas ​pela ​Art ​Camera ​do ​Google, ​realizar ​6 ​tours ​pelas instituições ​pelo ​Street ​View ​e ​também ​2 ​passeios ​em ​Realidade ​Virtual. Acesse aqui.

perfilgoogle

O acervo do MAMAM, ​disponibilizado ​no ​Google ​Arts & Culture, apresenta ​quase 200 obras de mais de 40 artistas. Finalmente, os visitantes on-line podem descobrir mais sobre o acervo do MAMAM, que atualmente não está disponível ao público, com exposições virtuais divididas em três recortes curatoriais elaborados pela gestora Beth da Matta e as pesquisadoras Rebeka Monita e Joana D’Arc de Souza Lima: “Memória e Subjetividade”, “Por afetos” e “Político e Social” – que reúnem obras de Rodrigo Braga, Aloisio Magalhães, Tereza Costa Rego, Vicente do Rego Monteiro, Brígida Baltar, Efraim Almeida, Rodolfo Mesquita, Márcio Almeida e muitos outros artistas.

A parceria também permite que os detalhes de textura de pinturas como as do artista Vicente do Rego Monteiro agora possam ser visualizados numa imagem em Gigapixel, tirada pela Câmera ​de ​Arte ​do Google ​Arts ​& ​Culture ​– ​um ​dispositivo ​personalizado ​que junta centenas de imagens de close-up que são então costuradas para criar um conjunto intensamente minucioso, que revela detalhes que estão escondidos a olho nu. Com esse recurso será possível aumentar o zoom para as colagens dos cartemas de Aloisio Magalhães, por exemplo, para descobrir as particularidades das imagens que formam o mosaico da obra.

Além das curadorias, duas exposições virtuais poderão ser visitadas com o recurso do street view, em um tour pelos espaços do Museu. Os visitantes on-line serão capazes de percorrer virtualmente e descobrir os salões térreo, primeiro e segundo andares do MAMAM, e visitar as exposições “Daniel Santiago em Dois Tempos” do artista pernambucano Daniel Santiago e “Bela Aurora do Recife” do também pernambucano Wilton de Souza, que estiveram abertas ao público entre julho e agosto de 2017.

wiltonexpogoogle

Vista da exposição “Bela Aurora do Recife”

Beth da Matta, gestora do ​MAMAM,​ afirma que:

“Usar tecnologia inovadora é benéfica para nossos visitantes on-line porque permite uma maior divulgação sobre o Museu, suas obras e história. A plataforma Google Arts & Culture é uma grande oportunidade para compartilhar, preservar e promover nosso patrimônio com o mundo. Além de ser uma ferramenta importante para o estudo das artes, tanto para aqueles que visitam e conhecem o museu como para os que estão em outros lugares. Essa divulgação permite que pesquisadores, curadores, críticos, professores e interessados sobre o tema de museus, patrimônio e arte possam ampliar seu repertório sobre a produção artística, podendo observar as especificidades e transversalidades sobre a produção de diferentes lugares do mundo.”

No ​início ​de ​outubro, ​o ​Google ​Arts & Culture ​iniciou ​o ​projeto ​“O ​que ​é ​Arte ​Contemporânea?” ​com instituições ​como ​o ​Modern ​Art ​Oxford, ​além ​de ​MoMa, ​Brooklyn ​Museum ​e ​outras, ​para ​levantar ​a questão ​do ​que ​é ​arte ​contemporânea ​e ​oferecer ​às ​pessoas ​uma ​viagem ​por ​museus ​e ​obras espalhados ​pelo ​mundo, ​como:

  • Todas ​as ​obras ​de ​León ​Ferrari ​pertencentes ​à ​coleção ​do ​Museo ​de ​Arte ​Moderno ​de Buenos ​Aires ​(MAMBA);
  • Uma ​instalação ​feita ​por ​Ai ​Weiwei ​na ​Dinamarca ​em ​homenagem ​ao ​Dia ​Mundial ​do Refugiado ​da ​ONU;
  • Todas ​as ​obras ​integrantes ​da ​”15ª ​Bienal ​de ​Istambul”, ​que ficou ​aberta ​ao ​público ​até ​o ​dia ​12 de ​novembro do ano passado;
  • As ​produções ​de ​artistas ​tanto emergentes ​quanto mais ​estabelecidos ​que ​marcaram ​a ​volta do ​movimento ​de ​miniatura ​do ​Paquistão;
  • As ​produções ​de ​artistas ​sul-africanos ​contemporâneos, ​nas ​exposições ​organizadas ​por Johannesburg ​Art ​Gallery;
  • E ​os ​destaques ​de ​museus ​importantes, ​como ​Serralves, ​em ​Portugal; ​Mathaf: ​Arab ​Museum of ​Modern ​Art, ​no ​Quatar; ​e ​Barjeel ​Art ​Foundation, ​nos ​Emirados ​Árabes;
  • A ​exposição ​“O ​que ​é ​Arte ​Contemporânea?” ​está ​disponível ​on-line ​em g.co/contemporaryart​ ​e​ ​pelo aplicativo ​do ​Google ​Arts ​& ​Culture ​no iOS ​e Android.

 

SOBRE O GOOGLE ARTS & CULTURE
O Google Arts & Culture coloca mais de mil museus ao seu alcance. É uma maneira nova e imersiva de explorar a arte, a história e as maravilhas do mundo. O aplicativo Google Arts & Culture é gratuito e está disponível na web, para iOS e Android. A equipe do Google Arts & Culture é um parceiro inovador de instituições culturais. A equipe trabalha com tecnologias que ajudam a preservar e compartilhar cultura e permite que os curadores criem exposições envolventes on-line e off-line, dentro de museus.

Anúncios

PROGRAMAÇÃO | 3 A 8 DE DEZEMBRO DE 2017

AVISO

19787425_1590404097648088_7474534011957375084_o

Devido ao feriado dedicado à Nossa Senhora da Conceição (8.12), sexta-feira o MAMAM não abrirá para visitação. Sábado e domingo, abriremos em horário normal (13h às 17h).

EXPOSIÇÕES

_DSC1851-2_1000

CARIMBOS | José Claudio
curadoria de Clarissa Diniz

Reunião inédita de um conjunto de quase 100 trabalhos realizados por José Cláudio entre 1968 e 1972, a partir de técnica de carimbos apropriada por esse artista pernambucano. Os carimbos representam o momento mais experimental de sua trajetória, havendo integrado o movimento do poema/processo do final da década de 1960 e se constituído numa referência para a poesia visual brasileira.

Configurada como um espaço de experimentação da técnica do carimbo, com mesas e materiais para a investigação do público, a exposição conta com atividades educativas realizadas diariamente pelo EducAtivo Mamam, bem como com atividades especiais, para público previamente inscrito.

OLINDA NOS QUATRO CANTOS DO MUNDO — E NO CORAÇÃO DE ALOISIO MAGALHÃES | Aloisio Magalhães

AloisioM

“Olinda nos quatro cantos do mundo — e no coração de Aloisio Magalhães” é uma realização da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e MAMAM, em parceria com a Companhia Editora de Pernambuco (CEPE). A mostra comemora os 90 anos de Aloisio Magalhães, que ele completaria este ano.

A exposição apresenta as 11 (onze) litogravuras do álbum “Olinda”, produzidas em 1981 pelo artista e que hoje fazem parte da Coleção MAMAM, textos e fotografias sobre sua trajetória, além de um documentário produzido pela Fundaj.

SERVIÇO
Exposição CARIMBOS | José Cláudio
com curadoria de Clarissa Diniz
Patrocínio do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura – Funcultura e apoio cultural da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe)
Exposição OLINDA NOS QUATRO CANTOS DO MUNDO — E NO CORAÇÃO DE ALOISIO MAGALHÃES | Aloisio Magalhães
Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães – Mamam
R. da Aurora, 265 – Boa Vista, Recife – PE, 50060-010
Telefone: (81) 3355-6871
Horário de visitação: terça a sexta, das 12h às 18h, sábados e domingos, das 13h às 17h
ENTRADA GRATUITA
AGENDAMENTOS: as visitas educativas são gratuitas. Agendamento de grupos e escolas pode ser feito através do (81) 3355.6871 ou pelo e-mail educmamam@gmail.com.

Lançamento de revista de arte pernambucana no MAMAM

propagulo

A Propágulo é uma revista pernambucana de artes visuais, idealizada por 5 estudantes de diferentes cursos da UFPE, que busca trazer visibilidade para os artistas da cena local. O grupo encerrou recentemente sua campanha de financiamento coletivo no Catarse, na qual conseguiu arrecadar os fundos necessários para a impressão da revista, que será lançada no dia 2 de dezembro.

O MAMAM (Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães) compartilhará o espaço do museu para o evento de lançamento da revista, que será aberto ao público e acontecerá das 15h às 21h30. Nele será feita a entrega dos kits vendidos durante a campanha de financiamento coletivo, bem como a venda presencial da revista e de outros produtos da Propágulo.

O lançamento contará com diversas atividades interativas mediadas por artistas pernambucanos. Além da exposição com obras dos artistas da primeira edição, acontecerá um live painting com os grafiteiros Mario Bros e Nathê Ferreira, uma performance de Aura e uma sessão de modelo vivo organizada pelo Risco! Grupo Experimental de Desenho. O evento ainda irá receber o coletivo de DJs Pop Briseiro, grupo inspirado nas novidades da música atual, do pop ao house eletrônico, passando pela dance music e synthwave.

Durante todo o evento, estará disponível um espaço, onde poderão ser obtidas bebidas e comidas, com opções veggie. Todo o dinheiro arrecadado nas vendas do evento será utilizado para o financiamento da segunda edição da revista.

Para mais informações, é só acessar o link do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/150811085668172/

Contato
E-mail propagulo@gmail.com
Telefone (81) 9 9240 9466
Facebook https://www.facebook.com/Propagulo/
Instagram @propagulo